domingo, 29 de setembro de 2013

Onde está Meu ABC? Notas sobre um livro desaparecido.

Resumo do livro:

A obra trata de Meu ABC, abecedário elaborado por Erico Verissimo e publicado em 1936 pelas Oficinas Gráficas da Livraria do Globo. É um ensaio a respeito da produção do abecedário em meio a um grupo de livros dedicados à infância, todos de autoria de Verissimo. Desaparecido das bibliotecas, acervos e mesmo memória das pessoas, foi encontrado pela pesquisadora que se dedicou a estudá-lo em seu estágio pós-doutoral, realizado na UFMG em 2010-2011. A intenção foi dar assento, na historiografia da literatura infantil gaúcha, a esse ignorado e hoje raro documento: Meu ABC é um dos livros criados como parte do projeto literário e pedagógico do escritor gaúcho que, à época, dava largos passos como colaborador no que veio a se tornar a maior empresa editorial gaúcha, a Editora Globo. Ao criar a “Biblioteca de Nanquinote” nos anos 30, Erico ofereceu aos meninos e meninas de sua época uma possibilidade de infância através da literatura. Analisando o conteúdo literário e pedagógico de Meu ABC, pode-se afirmar que representa um material que sim, poderia ter sido utilizado nas escolas para introduzir crianças no mundo da leitura. Na obra, afirmo a relevância do abecedário de Verissimo, defendo sua consideração no universo da obra do ficcionista e na historiografia da literatura infantil gaúcha.

Nenhum comentário:

Alfabeteando...

Olá, bem vindo!

Um "Alfabeto à parte" foi criado em setembro de 2008 e tem como objetivo discutir a leitura e a literatura na escola. Nele disponibilizo o que penso, estudos sobre documentos raros e meus contos, além de uma lista do que gosto de ler.

Em 2013 concluí pesquisa sobre o Abecedário Ilustrado Meu ABC, de Erico Verissimo, publicado pelas Oficinas Gráficas da Livraria do Globo em 1936. O lançamento do livro e sua repercussão estão no Blog. Alguns artigos sobre a pesquisa também. Leia e dê sua opinião.

A novidade, em 2015, foi a inauguração da Sala de Leitura Erico Verissimo, um sonho antigo que agora se realiza. Em 2016, o processo de restauro da Biblioteca na Escola Fernando Treptow, inaugurada em 25 de novembro.

Em 2017 estou produzindo a Biografia de João Bez Batti. Através de relatos pessoais nos quais a criançaque João foi é a personagem principal, recosntruo, com narrativas litetárias, seu descobrimento como escultor. Bilíngue (português e italiano) o livro tem data para ser lançado: 11/11/2017.

Abraço

Cristina