sexta-feira, 3 de março de 2017

Mulheres leem mulheres

Neste março de 2017, propusemos à Faculdade de Educação da UFPel a realização, no Dia Internacional da Mulher, de um programa de leitura para mulheres. E solicitamos à PREC/UFPel, um espaço para tal no Museu do Doce (Casarão 8, Centro Histórico de Pelotas).
Peculiaridade de nosso grupo, a leitura para o GELL é, também a invenção de um modo de ser e estar entre outras mulheres, conhecendo o que escritoras deixam como marca em seus contos, romances, poemas. Conheça nosso programa e venha para este momento de aprendizagem e deleite.

1 - Dados da proponente
Nome: Cristina Maria Rosa
Endereço: Av. 25 de Julho, 755/199. Bairro Três Vendas. Pelotas, RS
Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9237082032521185
Departamento/Unidade: Departamento de Ensino. Faculdade de Educação/UFPel.


2 - Dados do Projeto
Título: Mulheres leem mulheres.
Complemento: Leitura e diálogo sobre contos escritos por mulheres.
Público: Cidade de Pelotas
Segmento Cultural: (x) ideias (palestras, seminários e debates).
Espaço Pretendido:( x) Auditório

3 - Descrição do Projeto
O evento Mulheres leem Mulheres constitui-se de leituras públicas de fragmentos literários (poéticos e narrativos) de escritoras brasileiras e não só. Será de responsabilidade do GELL - Grupo de Estudos em Leitura Literária da FaE/UFPel – e está integrado a outras atividades pensadas para o dia 08 de março que serão desencadeadas pela Faculdade de Educação. Destinado ao público em geral (cidade de Pelotas), as inscrições serão gratuitas e a participação certificada.


4 - Justificativa
Integrado a uma data especial e tendo como foco a leitura literária, ler publicamente tem sido a ênfase do GELL - Grupo de Estudos em Leitura Literária da FaE/UFPel. A leitura de autoras mulheres, por mulheres que amam ler e para a cidade inclui cinco objetivos:
ü    ler textos literários de qualidade;
ü    ler mulheres;
ü    reunir mulheres leitoras;
ü    ler em um espaço da universidade;
ü    ler para a cidade.
Essa agregação de valores constitui, por si só, a justificativa de relevância do evento.

5 –Sinopse
Leitura literária de textos poéticos e/ou narrativos de escritoras mulheres.

6 - Ficha Técnica
Leitora: Beatriz Helena da Rosa Pereira (licenciada em Letras e Mestre em Literatura).
Texto: Poemas de Wislawa Chemborska.
Leitora: Maristela Gonçalves Sousa Machado.
Textos: Florbela Espanca e Silvia Plath.
Leitora: Cristina Maria Rosa (Pedagoga e Doutora em Educação).
Texto: Poemas de Cecília Meireles.
Leitora: Érica Machado Leopoldo (Licenciada em Filosofia, Estudante de Pedagogia e integrante do GELL).
Texto: Felicidade Clandestina, de Clarice Lispector.
Leitora: Patrícia Feijó (Historiadora, Especialista em Educação).
Texto: Cenozóica era e A medonha, de Leida lusmar.
Leitora: Márcia Duarte (Pedagoga, Especialista em Letras).
Texto: Narrativas de Chimamanda Ngozi Adichie.

Nenhum comentário:

Alfabeteando...

Olá, bem vindo!

Um "Alfabeto à parte" foi criado em setembro de 2008 e tem como objetivo discutir a leitura e a literatura na escola. Nele disponibilizo o que penso, estudos sobre documentos raros e meus contos, além de uma lista do que gosto de ler.

Em 2013 concluí pesquisa sobre o Abecedário Ilustrado Meu ABC, de Erico Verissimo, publicado pelas Oficinas Gráficas da Livraria do Globo em 1936. O lançamento do livro e sua repercussão estão no Blog. Alguns artigos sobre a pesquisa também. Leia e dê sua opinião.

A novidade, em 2015, foi a inauguração da Sala de Leitura Erico Verissimo, um sonho antigo que agora se realiza. Em 2016, o processo de restauro da Biblioteca na Escola Fernando Treptow, inaugurada em 25 de novembro.

Em 2017 estou produzindo a Biografia de João Bez Batti. Através de relatos pessoais nos quais a criançaque João foi é a personagem principal, recosntruo, com narrativas litetárias, seu descobrimento como escultor. Bilíngue (português e italiano) o livro tem data para ser lançado: 11/11/2017.

Abraço

Cristina