sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Resumo e Resenha: similitudes e diferenças

O que caracteriza o resumo[1] de um texto? E uma resenha? Há similitudes? Diferenças? Quais são?
Um “resumo” é uma leitura que se faz de um texto, de um filme ou de um acontecimento. O intuito é compreendê-lo. Se formos convidados a expor o que lemos, vimos, assistimos, presenciamos e temos um tempo limitado, nossa tendência é “encurtar”, sintetizar, resumir o lido, o vivido, o compreendido.
Assim, resumo é uma exposição sintetizada – oral ou escrita – de um acontecimento ou de uma série de acontecimentos, uma recapitulação sucinta do lido, uma manifestação breve a respeito de um filme ou exposição.
Resumir é expor, oralmente ou por escrito, as principais conclusões de um texto. É uma síntese que contém as informações essenciais do texto lido e exige, para ser feito, análise e interpretação do conteúdo.
E a resenha? O que é e como se faz uma resenha?
A resenha[2], por sua vez, é uma reescrita de um texto lido, de uma peça de teatro ou filme assistido, de um acontecimento presenciado com detalhes, com pormenores e com manifestação de opinião.
Resenhar é produzir um texto (oral ou escrito) que além de resumir o original lido, apresenta uma avaliação sobre ele, uma crítica, apontando aspectos relevantes, positivos e/ou negativos. Trata-se, portanto, de um texto de informação e de opinião.
Para realizar uma resenha, devo ter informações mais complexas sobre o lido: ler outros textos sobre o mesmo assunto, por exemplo, é uma excelente sugestão para fazer uma resenha. Saber o que outros autores sabem ajuda a realizar a resenha sobre um texto de determinado autor.
Para concluir, há similitudes entre os termos resumo e resenha: ambos são produções a partir de textos lidos[3]. O primeiro – o resumo – deve ser fiel ao texto, sem emissão de opinião crítica. O segundo – a resenha - não existe sem a análise crítica, a opinião do leitor.



[3] Textos, filmes, peças de teatro, aulas assistidas, conferências, palestras e mesmo acontecimentos corriqueiros, narrativas, lendas...

Nenhum comentário:

Alfabeteando...

Olá, bem vindo!

Um "Alfabeto à parte" foi criado em setembro de 2008 e tem como objetivo discutir a leitura e a literatura na escola. Nele disponibilizo o que penso, estudos sobre documentos raros e meus contos, além de uma lista do que gosto de ler.

Em 2013 concluí pesquisa sobre o Abecedário Ilustrado Meu ABC, de Erico Verissimo, publicado pelas Oficinas Gráficas da Livraria do Globo em 1936. O lançamento do livro e sua repercussão estão no Blog. Alguns artigos sobre a pesquisa também. Leia e dê sua opinião.

A novidade, em 2015, foi a inauguração da Sala de Leitura Erico Verissimo, um sonho antigo que agora se realiza. Em 2016, o processo de restauro da Biblioteca na Escola Fernando Treptow, inaugurada em 25 de novembro.

Em 2017 estou produzindo a Biografia de João Bez Batti. Através de relatos pessoais nos quais a criançaque João foi é a personagem principal, recosntruo, com narrativas litetárias, seu descobrimento como escultor. Bilíngue (português e italiano) o livro tem data para ser lançado: 11/11/2017.

Abraço

Cristina