quinta-feira, 12 de maio de 2016

Biblioteca Pública Pelotense: 12 de maio de 2016


          Em comemoração aos 70 anos  do setor infantojuvenil da Biblioteca Pública Pelotense, realizei conferência sobre o tema Ler literatura:uma arte na escola, no dia 12 de maio de 2016. O cartaz do evento, anexo ao lado, indica a programação completa que foi desenvolvida no salão nobre da BPP.
         
     Com "casa lotada", a pedagoga Anelise Rosa comemorava o primeiro de muitos eventos que virão. O setor infantil é responsável pela apresentação, lúdica e pedagógica, do acervo da biblioteca, organizado de forma inovadora e adequada a faixas etárias dos leitores.
Nas fotos, alguns momentos da conferência e pessoas queridas que foram prestigiar, entre elas, alunos de Literatura Infantil da Faculdade de Educação (UFPel) e do Grupo PET/Educação, jovens estudantes do Magistério do Colégio Municipal Pelotense, as pedagogas Josiane Monks e Maria Raquel Rodrigues Vieira, docentes no Curso Normal do Magistério do CMP.

          Presente também, o escritor Jorge Braga (que lançou recentemente seu mais novo livro, Crisálida e o aurelianoe parte da equipe da Secretaria Municipal de Cultura do Município de Rio Grande. O destaque, sempre, a beleza arquitetônica e preservada da Biblioteca, além do tema da conferência, as obras apresentadas e a organização do evento, que recebeu a todos com um café afetuoso nesta fria manhã de maio.





Nenhum comentário:

Alfabeteando...

Olá, bem vindo!

Um "Alfabeto à parte" foi criado em setembro de 2008 e tem como objetivo discutir a leitura e a literatura na escola. Nele disponibilizo o que penso, estudos sobre documentos raros e meus contos, além de uma lista do que gosto de ler.

Em 2013 concluí pesquisa sobre o Abecedário Ilustrado Meu ABC, de Erico Verissimo, publicado pelas Oficinas Gráficas da Livraria do Globo em 1936. O lançamento do livro e sua repercussão estão no Blog. Alguns artigos sobre a pesquisa também. Leia e dê sua opinião.

A novidade, em 2015, foi a inauguração da Sala de Leitura Erico Verissimo, um sonho antigo que agora se realiza. Em 2016, o processo de restauro da Biblioteca na Escola Fernando Treptow, inaugurada em 25 de novembro.

Em 2017 estou produzindo a Biografia de João Bez Batti. Através de relatos pessoais nos quais a criançaque João foi é a personagem principal, recosntruo, com narrativas litetárias, seu descobrimento como escultor. Bilíngue (português e italiano) o livro tem data para ser lançado: 11/11/2017.

Abraço

Cristina